Domingo, 16 de junho de 2019
Fala Matão

Netos de Bandim de Guiné Bissau se apresenta em Matão

Alunos de projetos sociais participam da abertura da apresentação cultural

  • Redação
  • 14:16
  • Terça-feira, 27 de novembro de 2018
Fala Matão - Redação

O grupo cultural "Netos de Bandim", da Guiné Bissau, estará em Matão no próximo dia 29 de novembro no ginásio de esportes 'Décimo Chiozzini', às 14h, com o espetáculo de dança "Fidjus di Guiné Cultural". O evento é gratuito, aberto à população e mostrará os ritmos e indumentárias da cultura tradicional guineense. O grupo se encontra em turnê pelo Brasil e se apresenta na região nos municípios de Araraquara, Ibitinga e Matão.

Os alunos dos projetos Espaço Amigo, Casa do Pequeno Cidadão da Vila Pereira e do Jardim Paraiso e as alunas da Oficina Cultural de Dança Circular dos Povos do Departamento de Cultura se apresentam com danças urbanas, populares e folclóricas para recepcionar o corpo de ballet africano. Na oportunidade, a dupla Bruna e Bianca interpretará o Hino Nacional e, posteriormente, entoará a música “Canto das Raças”. A ação é uma realização da Prefeitura de Matão, por intermédio das secretarias municipais, com apoio da iniciativa privada.

Para Júlio Cesar Ribeiro, diretor do Departamento de Cultura, receber "Neto de Bandim" prima pela importância da realização de um intercâmbio cultural e da consciência da diversidade e dos direitos dos povos, em especial dos povos africanos. "Com certeza será uma apresentação maravilhosa e rica do ponto de vista cultural. Registro aqui nossos agradecimentos ao prefeito Edinardo Esquetini, ao vice-prefeito Moacir Matturro e a secretária de Educação e Cultura, Adriana Marangoni, por todo o apoio recebido em virtude das manifestações artísticas e culturais realizadas por meio do Departamento de Cultura em prol de nossos munícipes", frisa Julio.

João Bento (Cucão), diretor da divisão de Difusão Cultural, reforça que a cultura é uma expressão da construção humana. “A cultura é construída através do diálogo entre as pessoas. Trazer um grupo de ballet desta natureza significa oferecer para nossa população e para nossos estudantes as raízes culturais de um povo e, por meio de uma manifestação artística, mostrar aos presentes sua origem e principio, ou seja, a forma como foi construída a cultura de um povo, o que determina que alguns elementos ou algumas manifestações culturais sejam considerados tipicamente desse povo. Com certeza será um momento de integração muito expressiva. Somos gratos aos envolvidos para que Matão receba o grupo 'Netos de Bandim', para assim encerrarmos as comemorações da Semana da Consciência Negra com chave de ouro”, cita Cucão.

Netos de Bandim

O grupo cultural africano “Netos de Bandim” foi criado em 2000 pela Associação dos Amigos da Criança (AMIC), com a finalidade de desenvolver e manter um ambiente de integração sociocultural para crianças e jovens do Bairro de Bandim, na Guiné Bissau. No contexto pós-guerra, este núcleo teve como principal objetivo a integração social de crianças, adolescentes, jovens e mulheres (todos estes grupos sociais de riscos e em situação de pobreza vivida pelas famílias do Bairro de Bandim), oferecendo-lhes um espaço de convívio, partilha e entendimento de práticas éticas e cidadania, através da música, do teatro e da dança.

O “Netos de Bandim” cresceu e ganhou notoriedade internacional na divulgação da música e da dança tradicionais da Guiné Bissau. Sua prioridade continua sendo a prevenção e combate à exclusão social das pessoas, integrando a isso a necessidade de salvaguarda, valorização e divulgação do patrimônio daquele povo e seu País.

AIP

Copyright © 2018 Fala Matão - Textos, fotos, artes e vídeos do Fala Matão estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do portal Fala Matão.
contato@falamatao.com.br
(16)9 9993-9237

ComentáriosOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.