Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
Fala Matão

Polícia rodoviária recupera carga roubada avaliada em quase R$ 1 milhão na WL

Dupla foi detida conduzindo o caminhão carregado com carne bovina na SP-310.

  • Redação
  • 16:03
  • Sexta-feira, 27 de outubro de 2023
Fala Matão - Redação

Durante realização da Operação Impacto na madrugada desta quinta-feira (26), a equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), de Araraquara-SP, recebeu informações via rede sobre o encontro de um caminhão abandonado em Mirassol-SP.

De acordo com as informações recebidas, o veículo tinha sido roubado juntamente com sua carreta acoplada, que estava com uma carga de carne bovina.

Como somente o caminhão foi abandonado no km 446 da Rodovia Washington Luís (SP-310), em Mirassol, a possibilidade era de que a carreta estaria em outro veículo rodando pela rodovia, no sentido interior-capital.

Diante da possibilidade, os policiais em Araraquara iniciaram patrulhamento e uma das equipes, por volta de 00h40, se deparou com uma carreta trafegando em Araraquara pelo km 267 da Washington Luís. A carreta tinha as mesmas características da que foi roubada, mas com placas diferentes.

Os agentes realizaram a abordagem e na cabine haviam dois indivíduos. Durante a vistoria, os policiais identificaram que as placas estavam sobrepostas com outras, que foram presas com abraçadeiras plásticas (conhecida como enforca-gato).

Ao abrirem o compartimento de carga, os policiais encontraram a carga de carne bovina avaliada em quase R$ 1 milhão.

Diante do fato criminoso, a dupla de indivíduos, que não teve as idades informadas, recebeu voz de prisão e foi presa em flagrante.

Copyright © 2024 Fala Matão - Textos, fotos, artes e vídeos do Fala Matão estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do portal Fala Matão.
contato@falamatao.com.br
(16)9 9993-9237

ComentáriosOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.