Terça-feira, 23 de abril de 2024
Fala Matão

Moradores da Av. Wilson Farias sofrem com escorpiões, ratos, baratas e lixo em terreno abandonado

Houve a demolição de casas no local, no Jardim Alvorada, deixando entulho, o que propiciou a proliferação de bichos, lixo e usuários de drogas.

  • Redação
  • 11:40
  • Quinta-feira, 23 de novembro de 2023
Fala Matão - Redação

Os residentes da Avenida Wilson Farias, no Jardim Alvorada, em Matão, estão enfrentando um problema preocupante. Após a demolição de casas no terreno de número 314, uma montanha de entulho e lixo se acumulou, criando um ambiente propício para a proliferação de pragas urbanas, incluindo escorpiões, baratas e ratos.

Segundo relatos dos vizinhos, o problema persiste desde maio, e apesar das reclamações encaminhadas ao setor de fiscalização da prefeitura, até o momento, nenhuma medida foi tomada para resolver essa situação alarmante.

Uma das reclamantes, que prefere não se identificar, expressou sua frustração: "É assustador. Estamos lidando com insetos perigosos e roedores todos os dias. Já buscamos ajuda na prefeitura, mas até agora, nada foi feito para resolver isso."

A presença dessas pragas tem gerado preocupação e impacto na qualidade de vida dos moradores locais, aumentando o risco de incidentes e afetando a saúde pública.

Os moradores aguardam ansiosamente por ações concretas das autoridades municipais para erradicar o problema que tem impactado significativamente a tranquilidade e segurança da comunidade na Avenida Wilson Farias, no Jardim Alvorada.

Atualização às 14h40 - Após publicação da matéria, a reclamente entrou em contato com a reportagem do Fala Matão e relatou que o setor de fiscalização teria relatado a ela que o proprietário foi notificado.

Copyright © 2024 Fala Matão - Textos, fotos, artes e vídeos do Fala Matão estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do portal Fala Matão.
contato@falamatao.com.br
(16)9 9993-9237

ComentáriosOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.